em Filósofo

Eu sei, parece um conselho estranho para se dar. Afinal, todo mundo conversa e gosta de conversar. É uma das coisas que nos faz humanos, o contato com outras pessoas e ideias. Mas, se você gosta de escrever, você precisar parar de conversar com os outros. Vou explicar.

Eu tenho várias ideias de textos e livros. Sempre que algo aparece na minha mente eu conto para alguém. Sempre que eu conto para alguém eu tenho a sensação de que aquilo saiu de mim e já foi. Não preciso escrever nem nada, já tem alguém que ouviu e a missão já foi cumprida. Isso acaba me atrapalhando muito, pois os textos acabam se perdendo nas conversas e não tenho nada escrito em lugar nenhum.

Você pode até pensar que eu estou sendo egoísta me preocupando em contar minhas ideias para os outros e acabar sendo copiado. Mas não é isso que quero dizer. Mas é que não sigo com a ideia, me vem aquele sentimento de dever cumprido e não vou pro computador escrever. O problema maior é que por via oral o alcance das minhas ideias é muito limitado, não consigo conversar com tanta gente assim.

De novo, não é egoísmo ou orgulho. Apenas quero compartilhar minhas ideias com o maior número possível de pessoas e receber uma resposta delas. Via oral isso é muito restrito, principalmente porque poucas pessoas tem a coragem de falar o que pensam na sua cara. Perco retornos valiosos sobre assuntos interessantes com isso.

Então vou parar de conversar com as pessoas e escrever tudo aqui. Assim eu tenho o registro, consigo atingir mais pessoas e também consigo mais retorno e consigo evoluir mais rápido. Pode ser que minhas ideias também ajudem as pessoas, mas presumir isso seria egoísmo…