em Escritor

Quero muito escrever um livro. Então acho que vou escrevê-lo. Toda vez que penso em escrever eu acabo ficando com preguiça e acho melhor ler alguma coisa que me ajude a escrever. Doce ilusão, apenas começar a escrever ajuda a pessoa a escrever.

A leitura vai te ajudar com gramática, ortografia, estilo e até vai te dar algumas idéias, mas só ler não te faz um escritor. Vai ter que escrever muito até chegar lá. Escrever é a parte mais importante de ser um escritor.

Escreva todo dia, mesmo que fique uma merda. Escreva com lápis ou caneta. No computador ou máquina de escrever, essa última é ótima. A máquina de escrever vai te blindar de muitas distrações e vai te ajudar a concentrar no que está fazendo.

Na máquina de escrever não tem como você consertar o que digitou errado e vai ter que apertar uma tecla de cada vez. Vai ter que prestar muita atenção para sair algo decente. Mas a dica mais importante é não ler o que escreveu!

Eu sei que seu professor de redação disse que você deveria ler o que escreveu antes de qualquer coisa, mas quando se está tentando escrever algo criativo essa é a pior coisa que você pode fazer. Você vai se julgar e achar tudo uma bosta antes mesmo de terminar de escrever e vai acabar se frustrando e desistindo do que nem começou direito. Então escreva tudo, guarde por um tempo e depois leia tudo. Se você pensa que escrevi esse texto para você, leitor, se engana. Escrevi para mim mesmo.

Eu preciso escrever mais e me julgar menos. Relaxar e deixar a mente viajar e simplesmente escrever qualquer coisa que passar na cabeça e não erguer meus olhos para ler o que já foi escrito. Pelo menos não hoje, semana que vem eu leio e vejo o que está bom e o que está ruim. Acerto as pontas soltas e, eventualmente, o livro estará escrito!